Guia completo sobre alimentos congelados: da escolha até a venda

18 minutos para ler

Cada vez mais indústrias têm ofertado alimentos congelados para os comércios pequenos e médios, no ramo de Food Service, o que comprova ser uma ótima tendência de mercado. Tanto para os clientes, que não querem perder tempo e estão preocupados com a sua segurança, quanto para o empreendedor que, entre outras coisas, precisa aumentar suas vendas, garantir a segurança do alimento e ter mais agilidade.

Quem já está no mercado há mais tempo e tem um estabelecimento desse tipo como padarias, lanchonetes, bares, confeitarias, cafeterias e afins, sabe que as coisas mudaram muito ultimamente. Se antes as pessoas entravam nesses lugares e sentavam sem pressa para lanchar ou tomar um café, hoje em dia, dependendo do ponto comercial, as pessoas tendem a apenas retirar e comprar para levar os produtos. O consumidor mudou o seu comportamento, está mais atento à limpeza e à higiene e tende a evitar aglomerações e espaços fechados.

Como estamos falando de um produto que envolve muitos fatores, desde a matéria-prima até a hora em que o cliente consome, preparamos este guia completo para que você entenda ainda mais sobre os alimentos prontos congelados e os benefícios que podem trazer ao seu negócio. Boa leitura!

Como os alimentos congelados têm conquistado o mercado de food service?

Os alimentos prontos congelados tornaram-se uma excelente opção para os empreendedores que já entenderam as principais tendências do mercado de food service. Da mesma forma, são donos de negócios que também não querem, ou não dispõem de tempo para fabricar seus próprios produtos para vender, mas não abrem mão de oferecer uma alimentação fora do lar segura, saudável e saborosa aos seus clientes.

De modo geral, os alimentos congelados representam uma enorme facilidade na hora de vender, uma vez que eles já vêm prontos para aquecimento. Sem contar a segurança que o processo de produção que alia tecnologia e boas práticas agrega ao alimento. Esse é o principal motivo que leva os donos de pequenos e médios negócios a optar por comercializar esse tipo de alimentos.

O fato é que os empresários do setor adquirem esses produtos para seus estabelecimentos diretamente de uma indústria de alimentos. Afinal, trata-se de uma estratégia que pode trazer inúmeras vantagens, principalmente no que diz respeito à segurança do alimento, qualidade e à diferenciação das mercadorias. Tudo isso contribui para a confiabilidade do cliente e consequentemente, o aumento das vendas e assim, a elevação dos lucros também.

Será que realmente vale a pena investir em alimentos congelados?

Já adiantamos alguns ganhos relevantes para quem aposta nessa tendência de comprar alimentos congelados prontos para prepará-los e vender, mas vale a pena abrir os olhos também para outros benefícios importantes, como os que mostraremos a seguir.

Controle de qualidade e rastreabilidade

Uma indústria séria e respeitada que produz alimentos congelados conta com um rigoroso controle de qualidade, que inclui inspeções, análises microbiológicas regulares e procedimentos do tipo que garantem a segurança do alimento. Além disso, ela também monitora os processos de fabricação, congelamento, armazenamento, transporte e rastreabilidade.

Praticidade

Como as pessoas se alimentam em horários diferentes e a vida está cada vez mais corrida, oferecer variedade para seus clientes pode ser fator chave para decisão de compra. Se você dispõe de salgados congelados prontos, é possível oferecer ao cliente um cardápio para que ele faça sua escolha e tenha um lanche saboroso e pronto em minutos. Você só precisa de um forno pré aquecido, esquentar a refeição ou lanche, e servir para seus clientes. Não há dúvidas de que esses alimentos fazem sucesso, porque todos ganham mais tempo.

Redução de custos e perdas

Uma vez que você não precisa ter uma estrutura mais robusta de cozinha para a fabricação dos próprios alimentos, inúmeros custos são reduzidos, sem falar das perdas que, frequentemente, acontecem nesse tipo de preparo. É matéria-prima que estraga, funcionário que não manuseia os ingredientes com cuidado, e por aí vai. Com os alimentos congelados e um boa gestão de estoque, o desperdício é quase zero. Outro benefício com relação as perdas, devido ao curto tempo de preparo, você não precisa manter as vitrines cheias o dia todos, pode ser feito sob demanda.

Mão de obra especializada dispensável

Da mesma maneira que você não tem necessidade de manter uma cozinha super equipada para fazer seus produtos, a mão de obra especializada para isso também é dispensável. Caso a opção seja por alimentos congelados, seu estabelecimento precisa contar no máximo com duas ou três pessoas na equipe.

Produtos padronizados

As marcas mais respeitadas no atual cenário do mercado de alimentos congelados são aquelas que, além de prezar pela qualidade, mantêm um padrão tanto no processo de fabricação quanto nas características desses alimentos. Em outras palavras, você tem a garantia de que todas as mercadorias terão exatamente o mesmo tamanho, peso, sabor, textura e aparência.

Melhores resultados financeiros

Um aspecto que vale a pena observar é a lucratividade, que pode ser ainda maior quando o assunto é o uso dos alimentos prontos congelados. Com a redução dos custos na produção e preparo, assim como nas perdas, você consegue ter uma margem de lucro mais interessante.

Outro ponto a se considerar é avaliar a possibilidade de trabalhar com um sortimento maior em seu cardápio. Em geral, são produtos com um prazo de validade maior do que os produtos artesanais, assim você garante o giro, reduz a perda e deixa seus clientes satisfeitos com mais opções no cardápio.

O que considerar antes de tomar a decisão?

Se você compreendeu os benefícios e realmente quer trabalhar com alimentos congelados para aumentar ainda mais suas vendas e faturamento, tenha em mente que o segredo do crescimento é entender melhor seu negócio. Isso significa compreender bem as características de sua rotina e, até mesmo, a postura e o comportamento de seus concorrentes mais próximos.

Afinal, vender alimentos prontos congelados tem inúmeros pontos positivos e, de fato, ajuda a alavancar as vendas. Porém, ao mesmo tempo, é muito importante ver como tudo isso pode interferir tanto nas atividades de seu dia a dia quanto em seus resultados financeiros.

Por onde começar? Descubra como ter uma estrutura adequada para investir nesses produtos

Se a sua preocupação é achar que o seu comércio não está preparado para trabalhar com alimentos congelados, pode ser que esse seu pensamento esteja equivocado. Por mais que empreender seja mesmo um desafio, veja agora, neste passo a passo, como trabalhar com uma linha de produtos congelados é mais fácil do que parece!

Escolha dos produtos e definição de sortimento

Um grande diferencial para o mercado food service é ter a opção de escolher os produtos divididos em várias linhas, como salgados tipo lanche, integrais, salgados tipo coquetel, sobremesas e até mesmo refeições. Assim, você atende o seu público consumidor em vários momentos de consumo, com produtos que apresentam margem mais interessantes, como é o caso das refeições.

Equipamento

Para estocar os alimentos congelados, obviamente, o freezer está entre os equipamentos que não pode faltar em seu estabelecimento. Além dele, você também pode precisar de equipamentos como:

  • geladeira;
  • forno elétrico (dê preferência aos fornos giratórios);
  • microondas;
  • estufa.

Escolher fornecedores

É importante por fornecedores que possuem o método de preservação dos mais variados produtos e o sistema mais eficiente de conservação de alimentos, mesmo aqueles considerados perecíveis, como o congelamento rápido, também chamado de ultra congelamento.

Como sua prática está sujeita a uma intensa fiscalização e à regulamentação por parte das agências de vigilância sanitária de todas as esferas (municipal, estadual e federal), quem produz e comercializa a alimentos congelados devem seguir rigorosas normas.

Ao escolher o seu fornecedor e os produtos que irá comercializar, é importante atentar para os seguinte pontos:

  • o rótulo dos produtos, deve ter detalhadas e nítidas as informações nutricionais e a validade do item;
  • a temperatura de congelamento e cuidados de armazenamento devem estar claramente descritos na embalagem.

Processo de regeneração ( aquecimento)

Além da garantia da segurança do alimento, outros benefícios do ultra congelamento são que este processo proporciona um prazo de validade mais extenso, sem uso de conservantes ou aditivos e mantém preservadas suas propriedades nutricionais e características como aroma, sabor e textura, mesmo após o aquecimento.

Estoque

É preciso ter em mente que o armazenamento dos alimentos interfere diretamente na qualidade daquilo que é oferecido ao cliente. Nesse sentido, é fundamental controlar as condições e temperatura de armazenamento orientadas pelo fabricante, assim como um bom controle de estoque, não só com o objetivo de ter capacidade de atender à demanda, como também para observar bem o acondicionamento e, principalmente, as datas de validade de todos os itens estocados.

Giro

A preocupação com o giro dos alimentos congelados é bem menor do que em relação aos produtos preparados na hora. Isso porque, justamente por passarem por algumas técnicas avançadas, processos tecnológicos industriais e rigoroso controle de qualidade, esses itens costumam ter um prazo de validade maior do que o dos alimentos artesanais, que são mais perecíveis e apresentam maior possibilidade de risco que podem comprometer a segurança do alimento.

Satisfação do cliente

Os produtos que passam pelo processo de ultra congelamento proporcionam um maior tempo de estufa, além de proporcionar uma aparência mais atrativa para o consumidor. Outro benefício é que após regenerado, o produto mantém seu sabor e textura, característicos de um produto que acabou de ser preparado. É satisfação garantida!

Como escolher um bom fornecedor para alimentos congelados? Aprenda em 12 passos

Engana-se quem pensa que fornecedores são apenas empresas que entregam seus produtos para que outras empresas utilizem ou comercializem. Na verdade, quem fornece os produtos para um negócio deve estar associado às suas necessidades, além de precisar estar ciente de seus objetivos e metas, além do quanto você conta com essa parceria para chegar onde quer.

Assim sendo, a definição da marca que fornecerá alimentos congelados para o seu negócio é uma das partes mais importantes para quem quer ter mais sucesso com as vendas. Afinal de contas, entre outros fatores, essa questão está diretamente ligada à qualidade de tudo o que você oferece para o seu público e à imagem que seu estabelecimento tem em sua região. Portanto, confira esses 12 passos para não errar em nada na hora da escolha!

1. Exija sabor e textura

Não é porque o alimento é congelado que ele deve perder textura e sabor após os procedimentos de descongelamento e preparo. Por isso, é importante optar por um fornecedor que tenha história e credibilidade no mercado. Até porque, se ele está atuando há tanto tempo, é sinal de que seus produtos não perdem as principais características que uma comida saborosa de verdade deve ter, certo?

2. Observe o processo de qualidade

Seguir um programa rigoroso de qualidade não envolve apenas manter a higiene e boas práticas de manuseio dos alimentos. Um bom fornecedor de alimentos congelados deve seguir padrões rígidos de produção, embalagem, armazenamento, rastreabilidade e transporte, tais como:

  • realização de auditorias internas periódicas em todas as etapas do processo produtivo e de armazenamento;
  • tratamento de água por meio de filtros industriais;
  • todo o processo de produção acontece conforme o plano APPCC (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle);
  • exigência de uma gestão de segurança alimentar, com a aplicação de princípios técnicos e científicos na produção e manipulação dos alimentos;
  • funcionários do quadro operacional submetidos regularmente a exames médicos e laboratoriais;
  • uso de peneiradoras e detectores de metais no processo de fabricação;
  • engenheiros de alimentos responsáveis por todas as linhas de produtos;
  • visitas técnicas e auditorias aos fornecedores;
  • testes sensoriais e análises microbiológicas regulares;
  • sistema de padronização, controle e registro do peso final dos produtos.

3. Cheque a garantia de rastreabilidade

A garantia de que é possível checar a rastreabilidade de alimentos congelados deve partir de um fornecedor que viabilize o acompanhamento de produtos e matérias-primas que serão utilizados para alimentação em todos as fases de produção, tais como fabricação, processamento e consumo.

Esse cuidado permite que o cliente saiba as origens e a procedência dos alimentos que consome, com a chance de identificar, dessa forma, os possíveis riscos à saúde pelos quais esses itens foram expostos.

No mesmo sentido, por meio da rastreabilidade, também é possível saber os valores nutricionais de matérias-primas utilizadas na fabricação — isso é algo muito importante e motivo de exigência em produtos para pessoas com restrições alimentares, religiosas ou éticas.

Por exemplo, a garantia de rastreabilidade em alimentos congelados pode ser uma demonstração dos atributos de suas linhas de produtos por parte da indústria, como um efetivo controle da cadeia de frio. Disponibilizar esse tipo de informação, portanto, pode ser crucial e decisivo no momento de optar por um determinado fornecedor.

4. Perceba se o produto segue um padrão

De nada adianta o fabricante ter um preço bom, preocupar-se com a qualidade, com o sabor e a textura dos alimentos, se ele não segue um padrão de fabricação. Até porque, você não quer receber a cada entrega produtos com peso, formato, coloração e sabores diferentes, não é mesmo?

A fim de evitar esse tipo de situação, vale destacar que os produtos devem ser altamente padronizados, ou seja, se estamos falando de pão de queijo, por exemplo, todos devem ter exatamente o mesmo tamanho, peso, formato etc.

5. Lembre-se do armazenamento

Não se esqueça de obter a informação sobre se o fornecedor conta com uma estrutura preparada para o correto armazenamento dos produtos, em condições adequadas de temperatura.

Além disso, uma indústria de alimentos congelados eficiente também prima pela gestão do processo de embalagens, garantindo adequada conservação, resistência a rasgos e impactos, bem como flexibilidade e impermeabilidade.

6. Dê preferência para itens com validade extensa e sem conservantes

Quanto mais distante for a data de validade da mercadoria, maiores serão as oportunidades que você terá para comercializá-la, certo? Por isso, faça pedidos de itens com a validade mais extensa.

Vale destacar que a validade de um produto pode ser estendida mediante adição de conservantes e aditivos químicos, o que prejudica em vários aspectos a saudabilidade do seu produto. Indústria preocupadas com esse ponto, garantem uma validade mais extensa por meio de tecnologia e controle de processo, sem precisar de conservantes.

7. Fique de olho no transporte

Um ponto extremamente importante, mas que muitos comerciantes deixam de lado, é verificar o transporte do fornecedor. Não hesite em questionar a respeito da gestão e controle de frota, pois é fundamental que esse aspecto garanta o perfeito estado de conservação e limpeza dos alimentos congelados.

Opte por uma marca que conte com veículos refrigerados, a fim de garantir a adequada temperatura dos produtos durante o transporte.

8. Pense na praticidade do preparo

Se a ideia é ganhar tempo para ter a chance de vender mais e minimizar perdas, escolha produtos mais simples e de fácil preparo. Vamos imaginar que você não tenha que perder tempo de ficar esperando rechear os salgados ou enrolar a massa de pão de queijo, por exemplo. Assim, você ganha mais agilidade no atendimento ao cliente, e abre caminho para vender e faturar cada vez mais.

9. Confira se há um canal dedicado para o atendimento

Antes mesmo de fechar qualquer negócio com um fornecedor, saiba se é possível pesquisar as linhas de alimentos de seu interesse, conferir as informações de cada uma delas e receber orientações a respeito de conservação, reposição, entre outras.

A relação com o parceiro comercial também deve ser muito transparente, inclusive no intuito de esclarecer todas as dúvidas sobre a mercadoria, o modo de produção e a origem da matéria-prima utilizada, por exemplo. Portanto, opte por fornecedores que disponibilizam um canal dedicado para o atendimento, além de informações em seu site sobre cada produto.

10. Escolha aquele que apresenta um sortimento completo

Outro ponto que pesa bastante na balança na hora de contratar bons fornecedores de alimentos congelados é a variedade das linhas de produtos oferecidos.

Dê preferência para o fabricante que disponibiliza um sortimento completo, pois quanto maior o mix, maiores as chances de serem atendidas as necessidades, tanto de seu comércio quanto de seus clientes, por um mesmo fornecedor. Dessa forma, o gerenciamento de seu pequeno negócio, de produtos e estoque também ficará muito mais simples.

11. Saiba se é possível personalizar os pedidos

Não deixe de considerar a possibilidade de personalizar seus pedidos com os fornecedores. Afinal, seu negócio tem necessidades específicas para atender o seu público, certo? Inclusive, agir assim e respeitar as diversas demandas é uma ótima maneira para aumentar a fidelização de clientes.

Diante disso, observe se é viável pedir apenas determinados itens. Confirme também a necessidade ou não de pedido mínimo e tenha atenção com relação às entregas para não ficar na mão, uma vez que restrições de datas e horários podem prejudicar o reabastecimento de seu comércio, limitando seu estoque e seu faturamento.

12. Visite a fábrica, se possível

Se o fornecedor que você estiver avaliando permitir, faça questão de visitar a indústria. Conhecer o local onde são preparados os alimentos congelados é fundamental para observar de perto se os procedimentos e as boas práticas de fabricação são seguidos de maneira adequada.

Além disso, seja perspicaz durante a inspeção e repare minuciosamente todos os detalhes que envolve o processo de produção da linha de alimentos que você pretende comprar para revender em seu negócio.

Nesse momento, tenha em mente que quem se encontra na condição de cliente é você, porque, afinal de contas, é você também quem pagará por uma mercadoria de boa qualidade. Por isso, tem todo o direito (e dever) de exigir qualidade e segurança nos produtos que serão fornecidos.

Por fim, não deixe as instalações de seu futuro parceiro com dúvidas de que os alimentos congelados prontos que você comercializará em seu estabelecimento serão saborosos, de boa procedência, ou seja, feitos por uma marca respeitada no mercado.

É interessante e vantajoso para o negócio escolher um fornecedor de alimentos congelados que seja reconhecido pelo mercado, inclusive, com tradição e experiência na área em que atua. Até porque, quando uma organização tem bastante conhecimento daquilo que faz, costuma considerar as demandas de seus parceiros e consumidores.

Caso você já esteja com a decisão tomada, conte com a Faleiro, uma das maiores empresas mineiras que atua no mercado de produtos prontos e congelados há mais de 60 anos. Com uma estrutura com área de 4.800 m², a capacidade de produção da fábrica da Faleiro é de mais de 150 mil salgados por dia.

Assim, a marca atende desde as mais simples às mais exigentes demandas do mercado e entrega em todo o território nacional, com frota adequada para o tipo de transporte que a modalidade exige. Sua equipe é formada por quase 200 funcionários especializados e capacitados.

Com essa estrutura, a Faleiro produz por mês, com cuidados artesanais e sem uso de conservantes, mais de dois milhões de produtos, entre salgados, refeições completas e sobremesas. Atende pontos de vendas de portes variados como bares, cantinas, lanchonetes, supermercados, drogarias, motéis, hotéis e até grandes redes confiam na Faleiro para o fornecimento de produtos, como a BR Mania, Spoleto e Grupo Pão de Açúcar.

Se este guia contribuiu ainda mais para o seu aprendizado, e você também quer contar com os alimentos congelados da Faleiro para aumentar suas vendas e alavancar seu faturamento, entre em contato conosco agora mesmo. Será incrível ter a chance de formar uma parceria de sucesso com você! 

Você também pode gostar

Deixe um comentário