Tenha uma gestão de estoque eficiente e evite prejuízos na sua lanchonete

7 minutos para ler

Você sabe quantos e quais produtos precisa comprar mensalmente para o seu negócio? Ao fazer uma gestão de estoque eficiente, é possível identificar o perfil de vendas da lanchonete, controlar melhor as despesas e evitar o desperdício.

Esse controle de estoque ainda contribui para evitar furtos dentro do estabelecimento e identificar quais produtos precisam receber uma “força extra” nas vendas, aplicando promoções inteligentes.

Quer saber como gerenciar melhor o seu estoque? É só ficar de olho nas dicas abaixo!

Dicas para melhorar a sua gestão de estoque

Uma grande vantagem de controlar bem o estoque é que você consegue identificar com mais certeza qual é a quantidade necessária de produtos para o mês. Isso evita que você fique sem determinados lanches para oferecer aos clientes (e sabemos como é difícil ficar sem um pão de queijo ou coxinha para vender, né?). Veja outras dicas valiosas para você aplicar no seu negócio ainda hoje:

Controlar a entrada e saída de produtos

Você acompanha tudo que o fornecedor entrega? Alguns donos de lanchonetes (gestores) estão tão atarefados que deixam uma etapa importante do processo de controle de estoque de lado: o acompanhamento da entrada e saída de mercadorias. Por isso, trouxemos este tópico para o artigo!

Não basta apenas incluir os itens de que precisa no pedido e deixar que o restante do processo ocorra naturalmente. Você deve acompanhar a entrega de mercadorias e registrar todos os produtos que chegaram ao estabelecimento.

Para isso, sugerimos a elaboração de uma planilha básica com informações como:

  • nome dos itens;
  • quantidade de cada mercadoria;
  • prazo de validade;
  • data de entrega;
  • valor de cada item.

Isso vai ajudá-lo a manter a organização de todos os produtos e controlar as despesas. Ah, não se esqueça de solicitar a nota fiscal para o fornecedor, pois isso também auxilia no controle do seu dinheiro e de mercadorias.

Depois de organizar a entrada de produtos, também é importante dar as baixas quando eles são entregues aos clientes. Isso é muito simples: você só precisa anotar cada produto que foi vendido na lanchonete e o valor dele. Essa é uma forma de garantir o controle de estoque e também evitar fraudes e furtos no seu estabelecimento sem que você perceba.

Manter a organização do estoque

Quem trabalha com itens perecíveis (que tem prazo de validade mais curto) precisa estar atento às datas de vencimento dos produtos. Caso contrário, pode ter perdas de mercadoria ou pior: vender um produto vencido, o qual pode colocar em risco a saúde do cliente. E não é isso que você deseja, correto?

Portanto, a melhor forma de evitar prejuízo (tanto de dinheiro quanto para a imagem do seu negócio) é manter a organização do seu estoque. Coloque os itens que vencem primeiro na frente e deixe os com maior validade para trás nas suas prateleiras ou no freezer.

Se achar necessário, posicione em destaque a data de vencimento das mercadorias para que você possa criar promoções a fim de estimular as vendas perto do prazo final de validade. Afinal, é melhor diminuir a margem de lucro do que perder tudo.

Reduzir desperdícios

Aqui vale aquela regra básica: o que vence primeiro deve ser vendido primeiro. Se você seguir a dica anterior (realizar uma boa organização de estoque), já ficará muito mais fácil de evitar esses desperdícios.

Isso porque você saberá exatamente quais itens têm validade menor e precisam ser oferecidos primeiro ao cliente.

Além disso, você pode criar um período para a contagem do seu estoque. Dependendo de como é a movimentação de pessoas, você pode estabelecer que o estoque será analisado uma vez por semana ou a cada três dias, por exemplo. Procure registrar quais mercadorias têm mais saída, pois isso servirá de indicador para o seu negócio para saber o que comprar mais, comprar menos e entender melhor a preferência das pessoas.

Os produtos mais vendidos precisam de reposição periódica. Já aqueles que saem pouco talvez precisem ser retirados da sua cartela de produtos ou receber promoções mais frequentes para gerar mais vendas. Fazer esse acompanhamento é essencial para reduzir os desperdícios na sua lanchonete.

Até porque a mercadoria costuma representar 33% do custo de uma lanchonete, padaria ou café. Logo, fazer a gestão desse estoque é fundamental para identificar as perdas e trabalhar esse problema no negócio que, muitas vezes, está relacionado a entender como armazenar melhor os produtos, comprar a quantidade correta e saber manipular os alimentos.

Identificar o melhor modelo de reposição de estoque

Outra característica para se atentar é a forma com que seus produtos serão reabastecidos. Há diferentes métodos de trabalho, sendo que os principais são: reposição contínua e reposição periódica.

A reposição contínua se caracteriza pela solicitação frequente de pedidos para manter um estoque menor. A reposição periódica, por sua vez, consiste em fazer uma média da quantidade necessária de cada mercadoria e a determinação de um prazo para fazer os pedidos, a exemplo de um por mês.

Qual é o melhor? Tudo vai depender da sua capacidade de fazer uma gestão de estoque eficiente, do seu limite para armazenar produtos no estabelecimento, da movimentação de vendas da sua lanchonete e do seu capital de giro.

Ter previsibilidade da demanda

Se você cuida do gerenciamento de estoque e registra todas as vendas, após algum tempo consegue ter uma previsibilidade de demanda.

Como assim? Em uma lanchonete, por exemplo, o responsável por cuidar do estabelecimento consegue registrar quantos pães de queijo são vendidos por dia e depois analisar quantos foram comercializados ao longo do mês.

Logo, depois de alguns meses já será possível identificar uma média de vendas para esse produto e ter uma previsão de quantos itens precisa solicitar ao fornecedor. Isso facilita muito o controle de estoque, evita perdas e ajuda a ter sempre um dinheiro disponível para manter o negócio funcionando.

Investir em produtos congelados

Uma forma prática de manter uma lanchonete funcionando é adquirir produtos congelados para comercializar. Assim, você mantém apenas a quantidade necessária de mercadorias para venda, evita a contratação de um funcionário para produzir os lanches e tem sempre produtos prontos para aquecer e entregar ao cliente.

Logo, se acabar determinado produto na estufa, basta colocar uma nova remessa no forno e aquecer. Isso diminui suas despesas e ainda garante a entrega de lanches fresquinhos e de qualidade aos consumidores.

Outra vantagem de utilizar produtos congelados é a economia. Você não tem desperdício de itens porque vai preparar somente o que é necessário para o dia. Uma boa maneira de manter a qualidade na lanchonete e ainda poupar dinheiro, certo?

Utilizar a tecnologia a seu favor

Se você não tem tempo para fazer um registro de todas as entradas e saídas de produtos manualmente ou se não tem facilidade em utilizar planilhas de Excel, o ideal é utilizar um software de gestão para controlar as mercadorias.

Há diferentes plataformas disponíveis para pequenos negócios e com preços acessíveis. Se preferir, há também um sistema gratuito da MarketUP, próprio para restaurantes e lanchonetes. Com ele, é possível organizar melhor o estoque, o número de pedidos e o dinheiro que passou pelo seu caixa durante o dia. Desse jeito o seu trabalho vai ficar muito mais simples!

Já deu para perceber que a gestão de estoque está ligada à redução de custos, certo? Essa é a melhor forma de evitar o desperdício, conseguir negociar melhores preços e prazos com o fornecedor e ainda ter sempre a mercadoria em mãos para entregar ao cliente.

Gostou das dicas? Então, vamos crescer juntos! Siga nossas redes sociais e fique por dentro de mais conteúdos que vão ajudá-lo a fazer sua lanchonete ser um sucesso. Estamos no Facebook e no Instagram!

Você também pode gostar

Deixe um comentário